Noticias da Triplice fronteira

Cidade Covid-19 Destaque Geral Notícia Saúde

Foz do Iguaçu tem redução das mortes por covid, mas número de internamentos é alarmante

Prefeito Chico Brasileiro pede que toda população mantenha os cuidados, especialmente no próximo domingo (09), quando é comemorado o Dia das Mães

Nenhuma morte por covid-19 foi registrada em Foz do Iguaçu nas últimas 24 horas. É um alívio, depois de mais de dois meses com óbitos todos dias, mas não é motivo para descuido. A média móvel dos casos confirmados nesta sexta-feira (07) em relação à semana anterior é 58% maior. A ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Municipal Padre Germano Lauck está em 100%.

A situação epidemiológica da cidade preocupa os integrantes do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 da Prefeitura de Foz do Iguaçu, que reuniram-se na tarde desta sexta. Em todos os canais de atendimentos dos casos suspeitos de covid do sistema municipal de saúde houve aumento nos atendimentos e no registro de casos graves da doença – no hospital municipal, na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Dr. Walter Cavalcante Barbosa, nas unidades de saúde que atendem casos de covid e no plantão coronavírus.

Embora a queda das mortes tenha sido significativa em relação à última semana – de aproximadamente 35% -, o número de internamentos pela covid-19 tem se mantido estável. Nesta semana, até sexta-feira, foram registrados 27 óbitos em decorrência da covid, enquanto na última foram 20. “Embora a redução de mortes tenha sido expressiva, o número de internamentos se mantém em 130, 140 por semana. Essa pressão hospitalar não diminui”, avalia o gerente da Vigilância Epidemiológica, Roberto Doldan.

“Nossos leitos de UTI estão 100% ocupados. O pronto-socorro continua lotado. Pioramos em relação à semana passada, tanto na taxa de ocupação, como em relação à gravidade do estado dos pacientes”, afirma o diretor do hospital municipal, Sérgio Fabriz.

Ele alertou, ainda, sobre a quantidade de jovens que já chegam ao hospital com o quadro agravado da doença. “É preciso que as pessoas, independentemente da idade, busquem o atendimento logo nos primeiros sintomas”, complementou Fabriz.

Em Foz do Iguaçu, para facilitar o acesso e incentivar que os pacientes com sintomas respiratórios busquem atendimento, desde meados de março 10 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) recebem casos suspeitos de covid-19.

Manter os cuidados é fundamental

O prefeito Chico Brasileiro demonstrou preocupação, especialmente em virtude do Dia das Mães – data em que são tradicionais as reuniões familiares. “Todos nós queremos estar próximos daqueles a quem amamos nestas datas especiais. Mas, justamente por esse afeto e essa vontade de querer estar com essas pessoas, é que devemos manter todos os cuidados necessários – máscara, higienização constante das mãos e distanciamento -, para que esses momentos não sejam perdidos”, ressaltou.

“E nesta data não podemos deixar de nos solidarizar com todos aqueles que perderam suas mães, ou mães que perderam os seus filhos, pela doença. Vamos juntos nos unir para que não sejam perdidas mais vidas”, destacou o prefeito.

9 COMMENTS

LEAVE A RESPONSE