Noticias da Triplice fronteira

362

362

Cidade Destaque Geral Notícia Saúde

Foz do Iguaçu recebe mais 1.460 doses da vacina CoronaVac

Serão imunizados os idosos acamados e aqueles acima de 90 anos, conforme orientação do Programa Nacional de Imunização

A Secretaria de Saúde de Foz do Iguaçu recebe, nesta segunda-feira, 8, mais 1.460 vacinas contra a Covid-19, da CoronaVac/Instituto Butantan, destinadas a idosos com mais de 90 anos (850 doses) e trabalhadores da saúde (610). “Iniciaremos a vacinação dos idosos acamados e daqueles acima de 90 anos, conforme recomendado pelo Programa Nacional de Imunização”, disse a secretária de Saúde, Rosa Jeronymo Lima.

A 9ª Regional de Saúde recebeu 8.016 doses para nove cidades: Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu, Medianeira, Matelândia, Missal, Ramilândia, Itaipulândia e Serranópolis do Iguaçu. Desse total, 2.360 vacinas são do último lote de 147,2 mil doses recebidas neste domingo, 7, pelo Estado.

Vacinas

Foz do Iguaçu já recebeu 6.813 doses das vacinas: 4.353 da CoronaVac e 2.460 da AstraZeneca. Outras 3.193 entregues na sexta-feira, 5, serão usadas para aplicação da segunda dose daqueles que já foram vacinados. A Secretaria de Saúde envia a lista de pessoas imunizadas para o Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual, Câmara de Vereadores e Conselho Municipal de Saúde.

A secretária informou que Foz tem atualmente 1.983 idosos acima de 80 anos. “Recebemos somente o número de vacinas condizentes aos idosos acima de 90 anos, que são as 850 doses, e pretendemos iniciar a aplicação do imunizante até quarta-feira. A vacinação da segunda dose, daqueles que já foram vacinados, começa na semana que vem. Até agora Foz do Iguaçu já vacinou mais de 5.300 pessoas, entre profissionais de saúde, idosos e deficientes albergados.”

A responsável pelo Programa Municipal de Imunização, Adriana Izuka, explica que as doses escalonadas “vão reforçar a primeira dose”. “Está previsto na cartilha de vacinação do Ministério da Saúde, inclusive é uma medida adotada para outros imunizantes, como as vacinas contra a febre amarela e a gripe”, disse.

Para a aplicação das duas doses é preciso estar atento ao intervalo necessário – entre 14 e 28 dias – entre as aplicações, porém o Paraná adotou como padrão o período de 25 dias.

Campanha em Foz

Rosa Jeronymo lembra que a campanha contra a Covid-19, com a CoronaVac, iniciou no dia 20 de janeiro, e recomendou que continue sendo seguida a orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS) de que as pessoas mantenham o uso de máscara e o distanciamento social.

A secretária destaca que todos os cuidados vêm sendo tomados para garantir que não haja perda de vacinas. “Centralizamos as doses em refrigeradores por uma questão de logística, de organização e de controle. Estamos com a Guarda Municipal 24 horas monitorando. Tem todo um cuidado para não se perder e não correr o risco de ter vacinas furtadas”.

A Secretaria Estadual de Saúde reforça a orientação para que os gestores municipais agilizem o processo de aplicação das doses dentro dos grupos estabelecidos, utilizando as 1.850 salas de vacinas distribuídas em todas as cidades paranaenses, e para que não deixem vacinas estocadas.

Foto: Gabriel Bonfim

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *