Noticias da Triplice fronteira

362

362

Cidade Destaque Geral Notícia

Itaipu amplia divulgação internacional de ações de sustentabilidade

Diversas iniciativas compartilham informações e boas práticas da Itaipu, mostrando as relações entre a geração de energia hidrelétrica e o desenvolvimento sustentável.

As ações ambientais e sociais da Itaipu têm recebido atenção internacional, ampliando o reconhecimento à liderança na empresa na promoção da hidroeletricidade sustentável. São diversas as iniciativas que compartilham informações sobre as boas práticas da binacional, desde os cuidados com a água e a operação da usina, até as ações desenvolvidas com inúmeros parceiros na área de influência do reservatório.

Uma dessas iniciativas é a publicação de estudo de caso pela organização The Resilience Shift, instituição que tem como objetivo apresentar histórias de sucesso de infraestruturas críticas (em energia, transporte, saneamento e comunicações) na adoção de medidas para se tornarem mais resilientes.

No caso da Itaipu, a publicação destaca os benefícios dos serviços ecossistêmicos (serviços que a natureza nos oferece “de graça”), como se observa em relação às áreas protegidas da Itaipu, que contribuem para a segurança hídrica, a infiltração e ciclagem da água no solo, amenizam o clima, protegem o reservatório do assoreamento, dão suporte à vida selvagem e a atividades agropecuárias no entorno, entre outras.

Em entrevista que acompanha a publicação, o superintendente de Meio Ambiente, Ariel Scheffer da Silva, destacou que, desde o início do projeto, Itaipu mantém investimentos na formação de um cinturão verde ao redor de seu reservatório, e na conservação ambiental, restaurando os serviços ecossistêmicos que beneficiam a usina e a região. O estudo também conta com depoimento do gerente da Divisão de Ação Ambiental da Margem Direita, Jimmy Melgarejo.

Divulgação

Outra iniciativa que ganhou destaque internacional é o curso virtual de Gestão da Sustentabilidade Territorial, promovido pela Escola Internacional de Sustentabilidade (EIS), com sede no Parque Tecnológico Itaipu. O curso é baseado na experiência de gestão territorial da empresa, que tem como unidade de planejamento as microbacias hidrográficas e visa à recuperação de passivos ambientais e sociais, em parceria com os atores locais.

A versão em inglês do curso está disponível na página das Nações Unidas destinada a divulgar a Rede de Soluções sustentáveis em Água e Energia, parceria da Itaipu com o Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU (Undesa).

Apesar das limitações impostas pela pandemia de covid-19, a parceria Itaipu-Undesa não deixou de realizar seu plano de trabalho, tendo ampliado sua rede de parceiros, promovido seminários virtuais de capacitação regional, dirigidos à América Latina, Ásia e África, e lançado a Plataforma de Conhecimento da Rede, como resposta para uma recuperação sustentável e resiliente da covid-19.

O ano contou ainda com a publicação de um scoping paper (uma espécie de catálogo com o resumo de boas práticas desenvolvidas ao redor do mundo e que podem servir como inspiração para abordar serviços críticos – como é o caso da energia – durante a crise da covid-19). A Itaipu aparece entre os casos selecionados, sob o título: Gerando hidroeletricidade por meio da gestão sustentável dos recursos naturais.

As atividades da parceria Itaipu-Undesa em 2020 culminaram na publicação de 17 estudos de caso em português e espanhol sobre as ações da binacional em apoio à Agenda 2030 no Brasil e no Paraguai (que já haviam sido lançadas em inglês na COP 25, no ano anterior).

Pioneirismo

Ainda sobre a Agenda 2030, o ano de 2020 contou com a realização de um projeto inovador em nível mundial, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), de criação de indicadores municipais e de capacitação da população em geral para o desenvolvimento territorial, com base nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

O projeto construiu diversas agendas e relatórios de forma participativa, baseados em evidências coletadas por meio da elaboração de um diagnóstico da situação social, ambiental e econômica da região, e do levantamento das principais políticas públicas e protocolos convergentes no território, e que contemplam os três pilares do desenvolvimento sustentável.

A parceria teve como resultados: a Plataforma ODS, que monitora dados e planos de ação; agendas de atuação conjunta, que identificaram os maiores desafios de acordo com os 5Ps dos ODS (Pessoas, Planeta, Prosperidade, Paz e Parcerias); Relatório de Microssimulações, que fez uma projeção para 3 cenários (atual, com aumento de produtividade e redução de desigualdades), contribuindo para inclusive para direcionar investimentos da Itaipu; capacitações, cursos de formação e webinars; e os Relatórios de Avaliação Rápida (RIAs), que avaliam o alinhamento dos Planos Municipais (PPA) com as metas do ODS.

Crédito das Fotos: Alexandre Marchetti/Itaipu Binacional

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *