Noticias da Triplice fronteira

362

362

Cidade Destaque Geral Notícia Politica Saúde

Prefeito Chico Brasileiro detalha início da vacinação em Foz do Iguaçu

No primeiro momento, cidade deve receber três mil doses da vacina da Astrazeneca

O prefeito Chico Brasileiro detalhou nesta sexta-feira, 15, como será o início da vacinação contra o coronavírus em Foz do Iguaçu. A cidade, no primeiro momento, deve receber na próxima semana três mil doses do imunizante da Secretaria Estadual de Saúde. Dentro do grupo prioritário, os primeiros a receber as vacinas serão os profissionais de saúde da linha de frente no atendimento aos pacientes com covid-19.

Em entrevista à imprensa, o prefeito Chico Brasileiro falou sobre as vacinas que serão distribuídas à cidade. “O ministro de Saúde (Eduardo Pazuello) nos informou que a primeira remessa seria da Astrazeneca. Essa seria a primeira fase e, em seguida, receberíamos uma grande quantidade de doses da Coronavac”, disse.

A prefeitura, segundo Chico Brasileiro, vai receber as vacinas em dose dupla. “Os trabalhadores da saúde no geral terão prioridades, porém a prioridade da prioridade, que são aqueles que receberão as doses iniciais, são os que estão trabalhando com a Covid-19”, reiterou.

Rede – O prefeito adiantou que as vacinas serão aplicadas diretamente no Hospital Municipal Padre Germano Lauck, Hospital Ministro Costa Cavalcanti, Hospital da Unimed, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Samu. “Em seguida, a vacina será aplicada nos outros profissionais de saúde, quando chegar a segunda remessa. Mas temos também os idosos, começando pela faixa de 75 anos. Depois vai reduzindo essas faixas, mas a prioridade são os idosos hospedados em clínicas, abrigos, asilos e em situação de vulnerabilidade”.

“Foz do Iguaçu está preparada para começar a aplicação da vacina. Os grupos de pessoas que possuem outras comorbidades serão definidos na próxima fase, de acordo com o número de vacinas que vão chegar ao Brasil, de outras marcas, que o Ministério da Saúde está negociando”.

Chico Brasileiro destacou que toda a logística está preparada, a vacinação vai começar, mas que é necessário manter os cuidados para evitar o contágio e a transmissão. “Vamos continuar nos protegendo porque a pandemia não acabou. Vai ser importante que todos participem e, no devido momento, todos serão imunizados para que nossa cidade possa estar protegida contra a Covid-19”, completou.

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *