Noticias da Triplice fronteira

362

362

Cidade Destaque Geral Notícia Segurança

Polícia do Paraguai divulga imagens do ataque que tinha intenção de libertar “Bonitão do PCC”

Grupo de pelo menos 20 criminosos armados tentou libertar o traficante brasileiro na noite de sábado, 09, pouco antes dele ser transferido para Foz do Iguaçu.

A Polícia do Paraguai divulgou imagens do ataque ocorrido na noite de sábado, 09, em Pedro Juan Caballero que teve como objetivo resgatar o “Bonitão do PCC”. O traficante brasileiro, identificado como Giovanni Barbosa da Silva, era foragido da Justiça do Brasil e foi capturado na tarde de sábado. O ataque foi frustrado e o traficante foi transferido para o Brasil no domingo, 10. Ele entrou pela Ponte da Amizade, em Foz do Iguaçu.

As imagens foram registradas por câmeras de um circuito fechado de segurança nas imediações do Departamento de Investigação da Polícia Nacional. Segundo o Comissário Rubén Paredes, chefe de investigação da Polícia Nacional, os materiais foram extraídos para verificar os detalhes do enfrentamento entre os membro do PCC com os policiais que estavam de plantão.

De acordo com o Comissário, os criminosos fizeram rondas pelo local por mais de uma hora antes do ataque. “Extraímos as imagens mais importantes e conseguimos ver que os delinquentes estiveram mais de uma hora na região. Também conseguimos identificar os veículos utilizados para efetuar os disparos contra o lugar” disse.

Nas imagens é possível ver três veículos com os criminosos a bordo. Momentos depois os homens fazem três agentes policiais de reféns. Um dos bandidos atira contra a câmera para evitar a filmagem. Na sequência outro homem vira o equipamento para não captar as imagens do crime.

Os homens se mobilizaram e efetuaram disparos contra a sede policial, inclusive tentaram invadir o local. Eles tentam derrubar um dos portões, porém sem sucesso. De acordo com o Comissário, com as imagens será possível dar sequência a investigação a fim de identificar todos os criminosos, membros do grupo armado.

Segundo a polícia, o ataque foi efetuado por um grupo de 15 a 20 pessoas, todas pertencentes a facção criminosa. Primeiro eles interceptaram uma viatura da Polícia Nacional e logo em seguida atacaram o edifício utilizando armas de grosso calibre. O ataque foi repelido pela polícia.

Fonte: Última Hora

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *