Noticias da Triplice fronteira

Cidade Destaque Segurança

Assaltaram motorista de aplicativo e se deram mal

No final da noite de ontem, terça-feira 28 de julho de 2020, por volta das 23h:00, policiais militares do 14º Batalhão da Policia Militar e uma equipe da da Guarda Municipal de Foz do Iguaçu foram acionados por motoristas de aplicativos, para se deslocarem até o Bairro Colombeli, região de Três Lagoas, onde haviam indivíduos que teriam realizado um roubo a um colega.

No local, as equipes foram informadas que um dos homens havia pedido via aplicativo um transporte, onde ao embarcarem o motorista percebeu que havia algo errado avisando assim os colegas, via celular.

Logo após isso, os homens que estavam armados com canivetes e uma pistola, anunciaram o assalto e desligaram o celular do motorista e o colocaram dentro do porta malas do veículo.

Como os outros motoristas já tinham a última localização da vítima, foram atrás afim de localiza-lo, sendo encontrado ele em meio a um milharal próximo  a Gleba Guarani.

O motorista já havia conseguindo sair do porta malas, onde os assaltantes deixaram a chave na ignição, onde os próprios motoristas de aplicativos começaram a rodar por todo o bairro afim de localizar os assaltantes.

Ao todo, mais de 50 veículos de aplicativo realizaram um verdadeiro cerco, sitiando o bairro, quando lograram êxito em avistar os assaltantes que correram para dentro de uma residência.

A Policia Militar e a Guarda Municipal foram até o local e por sorte dos assaltantes foram presos, pois se a prisão ocorresse por parte dos motoristas, poderiam ser linchados até a morte.

Dois dos assaltantes foram presos, sendo uma pela equipe da GM e outro pela equipe da PM, qual encaminharam para a Delegacia da Policia Civil, onde foram apresentados a autoridade policial de plantão.

O celular da vítima foi localizado momentos depois, em uma mata onde o  terceiro autor do assalto que ainda não foi localizado, jogou.

Por : Tribuna Popular / Imagens: Oops Notícia Foz na Hora e Redes Sociais

LEAVE A RESPONSE