Noticias da Triplice fronteira

Destaque Esporte

Presidente do Flu critica Ferj: “Criou a Gatoferj, tentando furtar a transmissão do Fluminense”

Horas antes da decisão contra o Flamengo, pela Taça Rio, presidente do Fluminense se manifesta nas redes sociais e faz duras críticas à federação

O presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, usou as redes sociais para fazer duras críticas à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) na manhã desta quarta-feira. O mandatário tricolor relatou “passo a passo” de como tem sido a discussão de transmissão da final da Taça Rio, contra o Flamengo, logo mais, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã.

“A FERJ, assim como os que furtam sinais de TV, criou neste episódio a “GATOFERJ”, tentando furtar a transmissão do Fluminense”.

Após vencer o sorteio do mando de campo, o Fluminense anunciou que faria a transmissão do clássico em seu canal oficial no YouTube, a “FluTV”– de forma aberta e todos. A decisão foi baseada na Medida Provisória 984 publicada em 18/06/2020, que dá o direito de transmissão aos mandantes.

Logo após o anúncio do Flu, no entanto, a Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) moveu um processo para que o Flamengo também tivesse direito de transmitir a final na “FlaTV”. Nesta manhã, o presidente do tribunal, Marcelo Jucá, indeferiu o pedido de liminar, mas pediu que Flamengo, Fluminense e Ferj, partes envolvidas no processo, se manifestassem até às 11h desta quarta-feira e apresentem suas razões. Ou seja, a decisão ainda pode mudar.

– No despacho do Presidente do TJD, ele solicita que os clubes Flamengo e Fluminense, e a própria FERJ, se manifestem no processo até as 11 da manhã, para que depois possa “repassar a bola” para um colega cometer a atrocidade de conceder um direito que não é do Flamengo, e mais, que a Justiça Desportiva não tem a competência para julgar, posto que tal demanda já está sendo debatida pela própria FERJ na justiça comum – disse Mário no post.

– Como ressaltamos acima, o Presidente do TJD solicitou que o Fluminense se manifeste no processo até as 11 da manhã, mas nossa manifestação nos autos não teria o mesmo alcance que possui agora, e mais, nos faria permanecer neste circo vergonhoso armado pelo Presidente da Federação com o intuito claro de beneficiar um clube em detrimento de outros, aliás, o que vem sendo feito desde o início da competição – acrescentou.

O presidente tricolor disse ainda que, caso a liminar seja concedida ao Flamengo, o Fluminense irá entrar na Justiça Comum para “buscar indenização e reparação financeira pelos prejuízos causados ao Fluminense em razão do furto de seu direito de transmitir de forma exclusiva em sua plataforma digital FLU TV”.

por Globo.com

LEAVE A RESPONSE