Noticias da Triplice fronteira

Notícia Saúde

Pacientes recuperadas da Covid-19 aprovam consultas por Telemedicina

Desde a implantação do serviço da Telemedicina, em abril deste ano, os resultados colhidos têm representado uma importante ferramenta no combate ao novo coronavírus em Foz do Iguaçu. Recentemente, duas pacientes idosas venceram a Covid-19 com auxílio da equipe do programa. Com atendimento por telefone, via chamada de vídeo e monitoramento, as pacientes foram acompanhadas de perto pelos médicos, sem a necessidade de sair de casa.

Membro da equipe de cinco médicos que integra a Telemedicina, Dr.Jonathan Pliacekos fez o acompanhamento de ambas por telefone. “O programa possibilitou esse contato mais rápido do que submeter essas pacientes ao deslocamento”, disse. 

Lindalva Pereira de Souza, 76 anos, diz ter recebido uma nova chance, após a recuperação. Com pressão alta e diabetes, ela apresentou sintomas no último mês de abril e foi atendida pelo médico. “A atenção que a gente recebe é muito boa. As consultas com o doutor eram quase diárias, ele acompanhou tudo, acompanhava cada passo, foi uma pessoa excelente”, elogiou.

O acompanhamento foi meticuloso, especialmente para controlar a diabetes de dona Lindalva. “A Covid desequilibrou a diabetes e precisamos trabalhar na estabilização. Para isso contei com o apoio da médica geriatra Eneida Buba, num trabalho de equipe. Obtivemos sucesso”, contou o Dr. Jonathan.

A paciente recebeu suporte da família. A bisneta, Alessandra de 18 anos, acompanhou de perto a evolução de Lindalva, e auxiliou no manuseio das chamadas por vídeo. “Já estou muito bem e muito feliz que isso tenha passado. Não foi fácil.”, comentou Lindalva.

No Jardim Itaipu, Dalila Alves Gomes, de 100 anos, terminou seu isolamento na última semana. “No final de maio ela veio de São Paulo para cá e apresentou tosse. Fomos atendidas no Plantão Coronavírus”, contou a filha, Maria Aparecida. O acompanhamento também foi feito pela Telemedicina. “Nela o vírus se manifestou apenas como uma gripe, mas da mesma forma acompanhei toda a evolução”, disse o médico.

O atendimento permitiu que a paciente recebesse orientações e cuidados sem sair de casa. “Também contraí o coronavírus e fiquei em isolamento, agora estamos as duas curadas”, disse a filha.

A professora Simone Tis, de 32 anos, também utilizou os serviços da Telemedicina recentemente. Com o marido internado positivado para a Covid-19, ela precisou do atendimento por telefone no final de semana, quando apresentou sintomas da doença. “Fui atendida prontamente, bem amparada e recebi também receita. Tudo pelo celular. Essa foi a primeira vez que usei o serviço e fui muito bem tratada”. Simone segue em isolamento domiciliar.

Funcionamento

A plataforma, interligada ao Plantão Coronavirus, é uma grande aliada no atendimento a pacientes com casos clínicos não emergenciais. O atendimento remoto é realizado por médicos, de diversos setores da Saúde Pública de Foz do Iguaçu. A equipe é formada por profissionais experientes, já conhecidos da comunidade.

Para Dr. Jonathan, o projeto não é mais o futuro e sim o presente da medicina. “Acho que o programa veio para ficar, pois oferta maior velocidade nos atendimentos, assim ganhamos autonomia, e temos uma menor demanda nas unidades de saúde e UPAS”, comentou.

Desde a implantação do sistema, os médicos já realizaram 794 atendimentos. Os números correspondem à pacientes com o novo coronavirus e  demais pacientes com outras doenças não emergenciais.

A telemedicina está interligada ao Plantão Coronavírus. O primeiro passo é ligar para o plantão ou enviar uma mensagem pelo whatsapp.

Telefones: 3521-1800, 99992-0550, 99997-5111, 99997-5150 e 99997-5251.

Por : amn

LEAVE A RESPONSE