Atrativos turísticos de Foz do Iguaçu poderão funcionar com limitação de 30% da capacidade

Prefeitura publicou decreto que institui o cumprimento das medidas restritivas estabelecidas pelo Governo do Estado, com exceção do setor turístico

A Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu publicou na noite desta sexta-feira, 26, no Diário Oficial do Município, o decreto nº 28.999, que estabelece medidas restritivas de caráter obrigatório no controle e prevenção para o enfrentamento da pandemia de Covid-19.

A partir deste sábado, 27, as opções de passeio da usina de Itaipu e demais atrativos turísticos, como as Cataratas do Iguaçu, vão funcionar de forma parcial, com 30% da capacidade, respeitando as orientações dos protocolos sanitários dos governos estadual e municipal recém-reeditados. Atualmente, o serviço opera com 50%.

Para isso, haverá o compromisso de controle ainda mais rigoroso, maior fiscalização e reforço dos parceiros do setor para garantir que turistas e trabalhadores do segmento sigam as determinações do uso obrigatório de máscara de proteção facial, distanciamento social e distribuição de álcool em gel nos passeios.

Foz do Iguaçu é considerado um case de sucesso e referência nacional como destino de turismo seguro. Não há casos de covid nos atrativos, especialmente por causa do controle do trade. O turismo e a hotelaria movimentam toda uma cadeia econômica.

Mais de dez mil pessoas já garantiram suas reservas no destino para os próximos dias. A redução de atendimento em 30% respeita as medidas restritivas, mas, ao mesmo tempo, evita transtorno para quem está com viagem marcada para Foz e preserva postos de trabalho.

Os governos estadual e municipal justificam as medidas como necessárias em função do aumento de casos do novo coronavírus e, por consequência, colapso no atendimento das unidades hospitalares de todo o Paraná.

Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *