Giacobo é contrário a criação de novas praças de pedágio

O deputado federal Fernando Giacobo (PL-PR) disse ao programa “Meu Povo” nesta quarta-feira, 3, que o Paraná não deve permitir nenhuma nova praça de pedágio nas rodovias paranaenses, especialmente na BR-467, trecho de 45 quilômetros entre Cascavel e Toledo, duplicado ainda em 2002. “O povo está indignado. Bem feito para aqueles que ainda querem entrar nessa discussão de fazer praça de pedágio nova”, disse Giacobo.

O Governo Federal pretende ampliar para 3.327 quilômetros de rodovias estaduais e federais divididos em seis lotes com 42 praças de pedágio, 15 praças a mais do que atualmente. Nesta sexta-feira, 5, os deputados realizam audiência pública sobre o novo modelo de pedágio na Acic às 9h30 em Cascavel. No sábado, 6, o encontro será na sede da Acifi, no mesmo horário, em Foz do Iguaçu.

Investimentos sem a necessidade de pedágios

Giacobo defende que é possível buscar por meio de articulações junto ao Governo Federal recursos para realizar melhorias nas rodovias paranaenses sem a necessidade da criação de novas praças de pedágio. “Eu vou citar exemplos, quando era proibido por contrato o governo federal fazer qualquer tipo de obra nas rodovias, desatamos o maior no Oeste do Paraná que era o viaduto do Cowboy Saloon e fizemos todas as marginais. Cascavel de um lado e do outro, quando chegava um determinado horário tinha que passar pela BR e desatamos este nó”, disse Giacobo.

O deputado lembra que articulou recursos do Ministério de Transporte para a construção do viaduto e de todas as marginais. “Teve deputado que prometeu fazer o viaduto do Cascavel Velho e não fez até hoje. Nós fizemos a nossa parte e estou falando isso porque naquela época falavam que era impossível fazer essas obras porque era pedágio que estava muito mais difícil. Não podemos deixar criar nenhuma praça nova de pedágio”, completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *