Prefeitura de Foz aposta em novas obras para geração de emprego e renda

Encontro com representantes da Caixa Econômica Federal deu continuidade à negociação de recursos para iniciativas prioritárias para o município

A Prefeitura de Foz do Iguaçu deu continuidade nesta terça-feira, 26, às tratativas junto à Caixa Econômica Federal para obtenção de R$ 60 milhões que serão investidos em iniciativas prioritárias para o município, como a construção de Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e obras de drenagem.

O prefeito Chico Brasileiro e representantes da administração municipal reuniram-se com representantes da Caixa Econômica para a negociação de condições que sejam favoráveis ao município. Também foram abordados investimentos para outros projetos, como a revitalização dos rios Boicy, Monjolo e Ouro Verde.

De acordo com o prefeito Chico Brasileiro, a intenção é, tão logo seja finalizada a prestação de contas referente a 2020, concluir a negociação desses recursos em fevereiro e iniciar a licitação das obras no mês seguinte. “Já temos um conjunto de obras planejado para esses recursos”, afirmou.

No planejamento, estão a obra da Avenida João Paulo II, no Jardim Panorama, ligando a Avenida das Cataratas com a Avenida Costa e Silva; a construção de um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI); uma escola municipal na Gleba Guarani; e uma unidade básica de saúde no Profilurb I; abertura e construção de ponte na Rua Jorge Sanwais, na região do Rio Boicy; e revitalização do Parque do Rio Monjolo, na 3ª pista da Avenida Juscelino Kubitschek até o Rio Paraná.

Durante o encontro, os representantes da Caixa Econômica destacaram como um diferencial a organização e agilidade da Prefeitura de Foz em relação ao andamento das licitações para as obras feitas em convênio com a instituição.

O prefeito ressaltou ainda que o desenvolvimento de novas obras é fundamental para a cidade neste momento de retomada econômica, uma vez que viabiliza novos empregos e geração de renda para a população. E, depois de concluídas, contribuem para melhorar a vida dos iguaçuenses.

Movimentação da economia e novas unidades habitacionais

A Prefeitura e a Caixa Econômica possuem parcerias em áreas como atuação social, operacionalização de repasses do Orçamento Geral da União, contratos de financiamento de obras voltadas à melhoria da qualidade de vida da população e habitação. Durante o encontro, a instituição financeira apresentou à Prefeitura um relatório com os dados da atuação no município.

Um importante dado para a movimentação da economia de Foz, em um ano de pandemia, foi o pagamento do auxílio emergencial. Até novembro de 2020, foram feitos 623,49 mil pagamentos, em um valor total de R$376,81 milhões. Na área de habitação, a Caixa contratou 1,90 mil unidades habitacionais, em um total de R$ 202,77 milhões. Entre eles, estão as 576 unidades dos condomínios Boicy 1 e Boicy 2, na região da Gleba Guarani. A previsão é que as moradias do Boicy 2 sejam entregues às famílias em fevereiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *