Paraquedista sobre acidente no pouso e companheiro da vítima ameaça equipe de reportagem

Na tarde desta quarta-feira, 30 de dezembro de 2020, por volta das 15h:00, socorristas do Siate de Foz do Iguaçu, equipe em serviço no Posto Vila A foram acionados para deslocarem até a Rua Doutor Josivalter Vilanova, no Jardim Califórnia, região do Bairro Porto Belo, para darem atendimento a uma vítima de queda de plano elevado.

No local foi constatada a queda de plano elevado, porem não se tratava de qualquer queda. Pois a vítima teria saltado de paraquedas e teve problemas no pouso e acabou quebrando o pé.

O que não se esperava durante o atendimento do Siate, foram os amigos da vítima que tentaram atrapalhar o trabalho da imprensa e em dado momento tentaram intimidar as equipes de imprensa que cobriam a ocorrência.

Segundo relatos, a paraquedista foi parar bem longe de onde deveria pousar, e ao tocar no solo, bateu em um toco de árvore e se feriu e segundo os socorristas a vítima teria quebrado o pé direito e teve ferimentos considerados graves nos ligamentos da perna.

A vítima identificada posteriormente como sendo Beatriz Lima Romeiros, de 38 anos de idade foi levada para o Pronto Socorro do Hospital Municipal com muita dor, mas sem risco de morte.

Já no hospital, o repórter cinematográfico da Rede Massa, quando registrava o trabalho do Siate, a pessoa que se identificou como companheiro da vítima tentou inibir o trabalho da equipe de reportagem, onde incisivamente colocava a mão na câmera, com palavras intimidatórias.

Com Tribuna Popular – Fotos: oops Noticias Foz na Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *