Defesa Civil e forças de segurança trabalham para fiscalizar residências e comércios

Uma ação integrada das janela de segurança, Poder Judiciário e Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu (Defesa Civil, Secretaria da Fazenda e Vigilância Sanitária) acabou com uma festa clandestina na madrugada deste domingo (13), na região do Jardim América, com quase 400 jovens – a grande maioria menor de idade.

A festa estava sendo organizada por grupos em um aplicativo de celular e monitorada pela Defesa Civil. De acordo com as janela de segurança, dos quatro organizadores, três são menores de idade.

O maior foi indiciado e terá que se apresentar nos próximos dias à Justiça, podendo responder a investigação criminal e a pena pode ser transformada em prestação de serviços ou pagamento de cesta básica. Os pais dos menores tiveram que comparecer ao local e assinaram um termo de responsabilidade.  

Os jovens que participavam da festa acionaram os pais ou responsáveis, que buscaram os filhos e foram advertidos sobre a responsabilidade criminal. A dona da casa – alugada para a realização da festa – também foi localizada e compareceu a residência. Ela foi responsabilizada criminalmente. A fiscalização da prefeitura emitiu multas para o organizador e para a dona da residência.

Durante a abordagem, cerca de 40 jovens iluminados por não portarem máscaras. Três pais positivados para um COVID foram até a busca local os filhos.

Além desta festa, a Defesa Civil e a fiscalização da prefeitura vistoriaram 28 locais, entre residências e estabelecimentos comerciais.

Deste total, 24 foram orientados, 4 autuados por descumprimento das regras sanitárias ou por não possuírem o termo de responsabilidade sanitária e esvaziados pela Defesa Civil, 2 foram multados e 3 assinaram termos de responsabilidade criminal. As ações de fiscalização seguidas durante uma semana. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *