Hospital Municipal faz nova ampliação de leitos de UTI COVID

Unidade possui agora 50 leitos de Unidade de Terapia Intensiva para pacientes graves com o novo Coronavírus

O Hospital Municipal Padre Germano Lauck implantou hoje (25) mais seis leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes com o novo Coronavírus, passando de 44 para 50 leitos exclusivos.

A ampliação, anunciada ainda na semana passada pela diretoria executiva do hospital, foi possível devido ao repasse de equipamentos via Ministério da Saúde e Governo do Estado. Na ultima sexta-feira (20), quatro novos leitos de UTI COVID foram instalados.

Somados aos leitos do Hospital Ministro Costa Cavalcanti, a cidade tem agora 95 leitos de UTI exclusivos para Covid. Os leitos de enfermaria somam 74 no município.  “Fizemos um processo de readequação interna, já que não conseguimos até agora contratar novos médicos. Refizemos as escalas para que o atendimento seja garantido a todos, mas de fato a situação está muito difícil. Cada um precisa fazer a sua parte, e se cuidar”, alerta o diretor do Hospital Municipal, Sergio Fabriz. A unidade hospitalar segue com credenciamento de médicos aberto, assim como o processo seletivo para contratação imediata de técnicos de enfermagem e fisioterapeutas. Até agora, 39 profissionais foram contratados neste PSS. Medidas PreventivasApesar de todos os esforços empenhados pelo município no enfrentamento a COVID-19, a população precisa seguir as medidas preventivas, como o distanciamento social, uso correto da máscara e higienização frequente das mãos. “A pandemia nos impôs novas situações. Não é a realidade que gostaríamos vivenciar, mas temos que aceitar e entender que as principais ações para frearmos o vírus depende de cada um de nós”, acrescentou Fabriz. Estrutura
No início da pandemia, em março, o Hospital Municipal contava com 17 leitos de UTI COVID. Duas novas alas foram construídas (UCE e UTDI) e o Pronto Socorro Respiratório passou por uma ampla reforma. Nenhuma pessoa ficou sem atendimento no município. Hoje, Foz do Iguaçu registrou mais 137 casos da doença e dois óbitos. A ocupação de leitos de UTI chegou a 76,8% e enfermaria a 72,9%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *