Prefeitura poderá intervir no transporte coletivo se Consórcio não retomar linhas

Termina nesta quinta-feira (3) o prazo de 48 horas determinado pelo Instituto de Transporte e Trânsito de Foz do iguaçu (Foztrans), para que as empresas que compõe do Consórcio Sorriso retomem o número de linhas e ônibus na normalidade de antes da pandemia, além dos postos de trabalho de cobradores e demais funcionários no Terminal de Transporte Coletivo demitidos desde março.

O diretor-superintendente do Foztrans, Fernando Maraninchi, informou que se a determinação não for cumprida a prefeitura poderá fazer uma intervenção do transporte público coletivo da cidade.

As regras da intervenção vão ser estipuladas pelo município de Foz do Iguaçu através de um decreto, que irá determinar os termos da intervenção, qual a finalidade e quem será o interventor. O decreto pode ser assinado até a próxima sexta-feira (6).

Na quarta-feira, o Consórcio colocou mais sete ônibus para rodar, totalizando 73 ônibus no total da frota em circulação atualmente.

Por Radio Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *