Manifestantes tomam as ruas de Ciudad del Este pela reabertura da fronteira

Grupo envolvendo vários setores fez uma caminhada até a zona primária, na cabeceira da Ponte da Amizade, e gritou palavras de ordem pedindo a reabertura da ponte e contra o presidente paraguaio.

As ruas de Ciudad del Este foram tomadas na manhã deste sábado, 05, por manifestantes. O protesto, que ocorre de forma pacífica até o momento pede a reabertura da Ponte Internacional da Amizade. Os manifestantes, que são de vários setores do comércio, defendem que precisam voltar ao trabalho e pra isso dependem da fronteira aberta. Não houve bloqueio do tráfego de caminhões, como chegaram a pedir alguns organizadores durante a semana.

A movimentação iniciou por volta das 9h, na rotatória na Ruta PY02. Logo em seguida, o grupo marchou até a zona primeira, na cabeceira da Ponte da Amizade, próximo a aduana paraguaia. Os manifestantes seguiu pela pista sentido Foz do Iguaçu, para não atrapalhar o tráfego.

A segurança foi reforçada pelo Grupo Especial de Operações (GEO) e Forças de Operações Policiais Especiais (FOPE), que fez um cordão de isolamento a fim de evitar que ocorressem manifestações violentas, como já registradas em protesto anterior.

“Abram a fronteira, queremos trabalhar” gritavam os manifestantes, de acordo com reportagem do ABC Color. A manifestação é principalmente contra o presidente Mario Abdo Benítez. “Me arrepende de ter votado neste presidente” disse um dos manifestantes ao Jornal.

O Governo paraguaio fechou a fronteira no dia 18 de março para evitar a propagação do novo coronavírus. Apenas o tráfego de caminhões está liberado. A fronteira também está fechada no lado brasileiro pelo mesmo motivo. A Portaria brasileira, que impede a entrada de estrangeiros é válida até dia 26 de setembro. No lado paraguaio, não há nenhuma data definida.

Fonte: ABC Color Com : Radio Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *