Acontece Na Fronteira

Noticias da Triplice fronteira Brasil – Paraguai – Argentina

Cidade Destaque Notícia

Consórcio Sorriso aceita entregar administração do transporte coletivo à prefeitura

Empresa alega que não tem mais recursos para pagar a folha salarial e abastecer os ônibus do transporte.

Os gestores do Consórcio Sorriso podem entregar a administração do transporte coletivo para a prefeitura. A informação foi dada por Gilberto Neres, diretor de Trânsito do Foztrans. Segundo ele, os gestores destacam que não tem mais recursos para manter os ônibus circulando na cidade e aceitam que a prefeitura assuma a direção. “Conversamos com os gestores do Consórcio, e eles nos relataram que estão com a folha salarial e demais despesas atrasadas. Eles dizem que não tem outra saída, e estão de acordo com uma intervenção do município” disse Gilberto.

Ele destaca que, se a decisão pela intervenção for tomada pela prefeitura, o objetivo é resolver o problema do transporte. “No momento nós temos que pensar no nosso usuário, porque está muito difícil para se deslocar para o trabalho. Os trabalhadores dos serviços essenciais não podem ter falha do transporte coletivo, e isso está ocorrendo muito agora” argumentou.

O Consórcio Sorriso cortou na última segunda-feira, 05, todos os ônibus que faziam linhas extras. A alegação é de que não há recursos para abastecer os ônibus. Devido a falta de pagamento da folha salarial, a justiça determinou que o dinheiro arrecadado com a passagem seja retido para pagamento dos funcionários. . “Hoje, estão operando 45 carros de segunda a sábado, e no domingo, apenas no horário de pico” informou Gilberto.

Não há obrigação do Consórcio de fornecer carros extras. Segundo o diretor, o Consórcio não havia informado a prefeitura sobre o corte. “Eles falharam em não nos comunicar, e acabamos sabendo após reclamações dos próprios usuários” disse Gilberto.

Higienização

Outra falha do Consórcio Sorriso, de acordo com Gilberto, é a falta de higienização nos ônibus e a não disponibilização de álcool em gel para os usuários. “Fizemos vistoria nos ônibus na última semana e constatamos que eles não tem dispenser com álcool em gel para os usuários, e isso é um descumprimento do decreto” salientou. Uma determinação será feita à empresa para que a empresa cumpra a medida.

Na manhã desta quarta-feira, 08, usuários denunciaram aglomerações em algumas linhas, principalmente na Linha 1º de Maio. Gilberto ressaltou que é necessário que os usuários entrem diretamente em contato com o Foztrans. Ele destacou que já foram feitas pelo menos 6 multas devido às aglomerações ocorridas em ônibus. “Nós estamos acompanhando diariamente, e estamos notificando quando flagramos essas aglomerações” disse ele.

Por: Radio Cultura

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *